24/09/2019 às 16h08min - Atualizada em 24/09/2019 às 16h08min

Quais os tipos de colágeno e as melhores formas de consumi-lo?

Ao contrário do que muitas pessoas pensam por aí, existem várias formas de colágeno bem como maneiras de consumi-lo. Descubra cada uma dessas e entenda como você também pode melhorar a aparência da sua pele.

AesCare
Foto: Remy Loz / Unsplash
Tipos de colágeno que você precisa conhecer e quais os benefícios de cada um
 
Antes de mais nada, o colágeno é produzido naturalmente pelo organismo em pequenas quantidades e de diferentes maneiras. Nos órgãos, por exemplo, o colágeno se assemelha a um gel e os tendões a resistentes fibras.
 
Para obter maior concentração de colágeno e garantir o rejuvenescimento da pele, existe a suplementação e os procedimentos estéticos, mas vamos começar pelos tipos de colágeno: 
 
- Hidrolisado

Sendo o de mais fácil absorção no organismo, o colágeno hidrolisado está entre os mais utilizados por qualquer profissional qualificado, sendo liberado pela ANVISA. Passando por processos químicos, esse tipo de colágeno tem fragmentos menores que os demais, por isso a rápida absorção.
 
O foco do colágeno hidrolisado é evitar a flacidez e retardar o envelhecimento, melhorando a firmeza da pele. Além disso, também fortalece unhas e cabelos, atua juntamente com tratamentos para osteoporose e pode ajudar no controle da pressão arterial.
 
- Desnaturado
 

Esse é aquele tipo de colágeno que passou por um processo no qual sua estrutura se mantém, mas fibras e feixes foram desfeitas.  
O colágeno desnaturado é utilizado, principalmente, para dar forma a alguns alimentos, como a consistência da gelatina. Referente aos benefícios, são semelhantes ao hidrolisado, ainda que em menor proporção.
 
- UC-II
 
De origem animal, esse tipo de colágeno passa por um processo onde a atividade biológica se mantém e resulta em uma proteína. Esse tipo de colágeno é usado como uma alternativa para a saúde das articulações do corpo. Como resultado, é mais indicado para tratamentos/prevenção de artrite, artrose, lesões nas cartilagens ou articulares, artrite reumatoide e poliartrite.
 
- Tipo I e II

Para finalizar essa lista, esses dois tipos de colágenos são os produzidos naturalmente pelo organismo humano. O tipo I você tem em maior proporção e é aquele presente nos tecidos, cartilagens, ossos, ligamentos e tendões, funcionando para a regeneração de células e tecidos.
 
Já o tipo II está dentro das células das cartilagens e tem como foco evitar e tratar sintomas de doenças articulares, o que promove a redução nas inflamações e garante movimentos melhores.
 
Como consumir o colágeno

Sabendo que o colágeno promove inúmero benefícios, surge a dúvida de como consumir isso no dia-a-dia para retardar o envelhecimento e melhorar a saúde de cartilagens, tendões e articulações. Em primeiro lugar, quando o foco é para a pele, o colágeno pode ser encontrado e consumido através de alimentos, cremes, cápsulas e até em pó.
 
Nesses casos, o consumo costuma ser livre e seguro, e você pode começar agora.
 
Os alimentos que possuem maior concentração de colágeno incluem:
 
  • Grãos;
  • Gelatinas;
  • Vegetais verde-escuros;
  • Carnes;
  • Ovos e laticínios.
 
Já a versão em cápsulas, geralmente, inclui o consumo de uma unidade por dia, para mais, é necessário visitar o médico. A versão em pó pode ser misturada a sucos e pratos e, para consumir, basta seguir a recomendação da quantidade descrita na embalagem. As versões em cremes também não possuem nenhum segredo e ajudam a retardar o envelhecimento devido a absorção do produto pelos tecidos, geralmente aplicados na face.
 
E os procedimentos estéticos?

Bom, quando o assunto é tratamento estético para colágeno, todo esse cenário muda. Primeiramente, você deve buscar um profissional qualificado, que avalie o seu caso bem como as possiblidades de melhores intervenções. Os procedimentos estéticos funcionam como um tipo de estímulo e reserva para a pele, aumentando a produção natural e fornecendo o colágeno quando o produzido já não é o bastante para retardar o envelhecimento.
 
Entre os mais conhecidos estão os procedimentos estéticos chamados de lifting, radiofrequência e o de ultrassom, conhecido como Ultrafomer III. Todos estes são considerados como menos agressivos e estimulam o seu organismo na produção de mais colágeno, mesmo depois de meses que foi realizado.
 
Com foco de uma sessão ao ano, você consegue notar os efeitos de uma pele mais iluminada logo nos primeiros meses. O que pode ser potencializado seguindo as recomendações de um profissional qualificado, através do uso de cremes e alimentação equilibrada.
 
Um detalhe importante é que o colágeno também pode ser indicado para pacientes acamados, com problemas de mobilidade e articulações. Nesse caso, não são considerados exatamente procedimentos estéticos e o objetivo é melhorar a qualidade de vida através do relaxamento daquela região.
 
A aplicação é feita com agulha, diretamente na região, e promove a restauração e estimulação na produção de células e fibras. Dessa forma, o paciente consegue ter os desconfortos reduzidos e maiores movimentos. Tratamento este, realizado também em torno de uma vez ao ano.
 
Um profissional qualificado acompanha o tratamento desses pacientes de maneira contínua, já que além da aplicação de colágeno devem ser estimulados o consumo em cápsulas, pó e alimentação. Mais importante que isso, é a fisioterapia, para alongar os benefícios da aplicação e garantir a mobilidade que aquela articulação necessita.
 
Observação

Muitos procedimentos estéticos para retardar o envelhecimento com colágeno também podem aumentar a espessura da derme, o que reduz as linhas de expressão, cicatrizes de acne e pode alterar o contorno da mandíbula. Por isso, antes de realizar qualquer tipo de tratamento ou mesmo a ingestão suplementar, a dica é buscar por um profissional qualificado. Com isso, você vai conseguir entender melhor o que exatamente a sua pele precisa e porque está passando por esse envelhecimento.
 
Conclusão

Enfim, o colágeno pode ser consumido em pó, cápsulas ou através das aplicações realizadas em procedimentos estéticos, como o lifting facial. Se você quer conhecer mais sobre essas possiblidades, retardar o envelhecimento ou fortalecer e melhorar o tratamento articular, busque por um profissional qualificado. Comece a viver melhor e mais feliz agora mesmo!


Receba notícias pelo WhatsApp do Notícia da Região
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale com o NR
Atendimento NR
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo WhatsApp